A Defesa Civil de Balneário Barra do Sul monitora cinco casas da praia da Pikama, que fica perto da área conhecida como Boca da Barra, que foram prejudicadas com a ressaca da madrugada da última quinta-feira.

De acordo com o coordenador da Defesa, Ricardo de Assis Pereira, as ondas ultrapassaram os dois metros de altura e a maré alta colaborou com problemas de erosão. O caso mais grave foi a queda de um muro de contenção e de um deck de uma das casas.

Nenhuma dos imóveis precisou ser interditado. A Defesa Civil informou que não há previsões para novas ressacas na região.

A NOTÍCIA

Foto: Prefeitura de Barra do Sul

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Barra do Sul.